segunda-feira, 10 de agosto de 2009

5 Motivos para não se cobrar tanto


Cabeça de vestibulando fervilha a cada minuto, pior que uma panela de pressão. Na maioria das vezes pensamos: "E agora, vai ser dessa vez?"

Fiz vestibular no final do Ensino Médio e não passei. Esse é meu primeiro ano de cursinho e o que mais penso é: "Será que vai dar certo?". Nós somos tão neuróticos que às vezes a maior cobrança não vem dos pais ou de alguém de fora, e sim de nós mesmos.

5 motivos para não se cobrar tanto:

1) Nunca é tarde para entrar numa faculdade. Conheço histórias de pessoas com mais de 70 anos que entraram na universidade e se sentem satisfeitos. Bem, o que eu quero dizer não é que você vai ficar tentando até os 70 anos, mas que não adianta se estressar, tudo acontece na hora certa.

2) Cobrança excessiva abala o nosso psicológico. Isso é praticamente óbvio de se notar, mas geralmente quem percebe que estamos ficando neuróticos não somos nós, e sim outras pessoas. Vestibulando não tem autoconsciência. Podem surgir problemas como distúrbios de apetite, depressão e ansiedade. Controle-se, se não na hora da prova esse problema será seu pior inimigo.

3) O desgaste pode afetar seu desempenho nos estudos. Não adianta se matar de estudar e não dormir. Você não é um super-herói. Você precisa dormir, comer, ir ao banheiro. Realizar suas atividades de maneira desequilibrada faz você ficar com déficit de atenção, ou seja, sua capacidade de concentração se torna deficiente.

4) Você pode perder amigos. Sim, nós não temos tempo para viver, eu sei. Mas nossos amigos não são os culpados. Passar na universidade é importante, mas isso não te impede de se comunicar com outras pessoas. O isolamento é prejudicial a sua convivência social. Você precisará de contatos para o trabalho, ou seja, sua vida não acaba assim que você se forma. E principalmente, amigos estão aí para nos ajudarem e apoiarem.

5) "Foco" e "determinação" não têm o mesmo significado de "cobrança". O discurso de muitos: Eu quero passar, por isso me mato de estudar. Não se mate. Ser determinado faz você ser persistente, ou seja, independente de quando, você sabe que um dia irá atingir seus objetivos.


O texto é grande, mas usei todo o meu âmago para fazê-lo. HAHA, brincadeira. Não usei dados científicos para escrevê-lo, mas sim dados de quem vive a situação. Provavelmente você sabe de tudo isso mas não acredita que seja verdade. É verdade, preze pela sua saúde. Seus pais continuarão te amando se você não passar.

7 comentários:

danilo disse...

isso mesmo viu dona carol. OS AMIGOS SÃO IMPORTANTES!!! portanto, quando a gente marcar alguma coisa ve se deixa de mimimi e vai, não importa se for numa casa de swing ok???

auhsuahusahsua

bjo

fernando_hp1001 disse...

Pois é...

Mas é difícil não se estressar, já viste a prova de matemática da 2ª fase da fuvest? Algumas nem meus professores fazem!

Carol disse...

Ah Fernando! Preciso levantar a moral de vocês... Realmente, eu não encararia uma 2ª fase de exatas... Precisa de muita coragem! Mas veja pelo lado bom: se nem seus professores conseguem fazer algumas, seus concorrentes também não saberão. ;D

Carol disse...

E quanto a você Danilo... haha, só pq já garantiu a sua vaga né? Bobão! Saudades!

Erasmo Felipe Leão disse...

vai fazer vestibular pra quê Carol?

Anônimo disse...

O que é preciso nessa fase é disciplina. A que saber dividir sabiamente o seu tempo entre estudos, trabalho e lazer, isso mesmo depois de você se formar. Na faculdade, no trabalho e na vida você é avaliado pela sua produtividade, não adianta perder sono e se isolar se a sua produtividade é zero. Faço faculdade de engenharia na UFRJ e sei do que estou falando.

Carol disse...

Oi Erasmo! Obrigada pela visita! Vou fazer para jornalismo... Gosto da carreira por afinidade mesmo... A verdade talvez seja que eu só saiba escrever e, por isso, só me resta essa saída! haha Venha sempre aqui!

Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br